"Não tenho a menor dúvida que estamos lutando contra o golpe que está para acontecer" - JOSÉ CARLOS DIAS, presidente da Comissão Arns

Nosso adeus a Dom Claudio Hummes

4 Jul 2022, 17:59 dom claudio hummes Dom Claudio Hummes - Vaticano News

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns - Comissão Arns manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento do Cardeal Arcebispo Emérito de São Paulo, Dom Claudio Hummes, nesta segunda-feira, 4 de julho de 2022. Sua frutuosa vida foi dedicada à luta pelos direitos dos explorados, pela democracia, pelo ambiente e pelos povos ancestrais.

Desde 1975, quando nomeado bispo da Diocese de Santo André, no ABC paulista, conduziu com coragem os trabalhos da Pastoral Operária, manifestando a sua solidariedade aos trabalhadores e às trabalhadoras que resistiram à ditadura militar.

Também apoiou as lutas populares como arcebispo em Fortaleza e, posteriormente, na Arquidiocese de São Paulo. Nomeado cardeal em 2001, atuou na Cúria Romana, onde foi prefeito da Congregação para o Clero, e apoiou a eleição do cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, como sucessor de Bento XVI.

Naquele momento crucial para a Igreja católica, foi a voz do cardeal Hummes, um frade franciscano, que sugeriu ao recém-eleito Papa Francisco que centrasse o seu magistério nos mais pobres.

Voltando ao Brasil, assumiu a presidência da Comissão Episcopal para a Amazônia, lutando com destemor na defesa dos povos indígenas e pela preservação da floresta. Foi o coordenador do Sínodo Amazônico, que se realizou em Roma, no ano de 2019, a despeito de interesses poderosos e das reações contrárias de inúmeros setores.

Ao servir ao povo brasileiro em sua trajetória, Dom Claudio Hummes soube demonstrar que a religião deve se posicionar na defesa da vida, da democracia e do bem comum.