Comissão Arns é homenageada com Prêmio Alceu Amoroso Lima

12.12.2019

Foi realizada dia 11 de dezembro, no Rio de Janeiro, a entrega do Prêmio Alceu Amoroso Lima de Direitos Humanos 2019. Entre os premiados, a Comissão Arns, o jornalista Glenn Greenwald; e Marina Bandeira e Vladimir Herzog (post mortem). Durante a cerimônia, foi entregue também o Prêmio Dom Luciano Mendes de Almeida, ao jurista Rubens Ricupero.

Claudia Costin, integrante fundadora da Comissão Arns, recebeu o prêmio das mãos do padre José Oscar Beozzo, coordenador geral do Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (Ceseep), organização apoiadora do evento. O padre Beozzo exaltou o trabalho da Comissão Arns, referindo-se a vários integrantes da comissão, como o presidente José Carlos Dias, Paulo Sérgio Pinheiro, José Gregori e Manuela Carneiro da Cunha.

Em nome de todos, Claudia agradeceu e falou da importância da Comissão nos tempos atuais, mencionando um trecho do artigo sobre Alceu Amoroso Lima, publicado por Paulo Sérgio Pinheiro, que foi a primeira personalidade a ganhar o prêmio Alceu Amoroso Lima, em 1983, quando a a premiação foi instituída.