"Democracia e direitos humanos são indissociáveis. A luta por direitos humanos é permanente!" - MARIA VICTORIA BENEVIDES, membro fundadora da Comissão Arns

CA cobra providências sobre ameaças a povo Kanamari

18 Nov 2022, 19:02 Povo Kanamari Povo Kanamari, no Vale do Javari, sob ameaças constantes - Foto: Bruno Kelly/Amazônia Real

A Comissão Arns solicitou de autoridades a adoção de medidas para averiguar fatos graves denunciados pela Associação Kanamari do Vale do Javari (Akavaja), com relatos de ameaças diretas às vidas de membros desse povo.

Conforme nota da Akavaja, embarcações do grupo foram abordadas por pescadores operando ilegalmente no interior da terra indígena do Vale do Javari, na localidade da volta do Bindá, na calha do rio Itacoaí. Após ofertas de pagamento para que os indígenas não denunciassem as atividades, os pescadores teriam apontado suas armas em direção à liderança indígena presente e a ameaçado.

Além disso, teriam, ainda, feito menção aos assassinatos de Bruno Pereira e Dom Philips para reforçar as ameaças. Os pescadores teriam atirado contra as embarcações indígenas enquanto se afastavam em seus próprios barcos.

Em ofícios enviados ao Ministério Público Federal, à Polícia Federal do Amazonas e à Funai do Amazonas, a Comissão Arns cobrou celeridade nas medidas de averiguação e, sendo o caso, de proteção do povo Kanamari.